agora é Rumbo

Menu
Meu RumboNecessita ajuda?
Para reservar00351 21 005 3103Número fixo nacional, o custo depende da operadora Política de privacidade
Hotéis em Roma
Todos os dias, uma nova oferta

Tarifas secretas em hotéis de 4 e 5 estrelas de todo o mundo

Viajar nunca foi tão fácil

Com descontos de até 40%: mais simples, impossível

Mais de 15 anos de experiência

Reserve com os olhos fechados um dos nossos Hotéis Top Secret®

Hotéis baratos em Roma

A capital de Itália é, para muitos, o destino por excelência: local onde se encontram alguns dos monumentos mais emblemáticos da história da humanidade e um conjunto arquitetónico resultante de quase três mil anos de antiguidade. Situada junto ao rio Tibre, Roma oferece ao viajante uma invejável oferta gastronómica e muitas opções para desfrutar da cidade à noite. Prepare-se para se divertir e caminhar numa cidade onde não acabam os recantos para visitar. É certo que numa única visita à cidade não poderá ver tudo o que Roma tem para oferecer, mas isso fará com que a visite mais do que uma vez.

A melhor altura para a visitar é no final da primavera e início do verão, entre maio e junho. Se tiver possibilidade de visitar a cidade nesta altura, então não hesite em reservar o seu hotel em Roma.

O que fazer em Roma?

A cidade de Roma merece ser visitada ao pormenor e merece que se perca por ela. Mas há uma série de elementos imprescindíveis que tem de visitar, entre os quais se encontram monumentos, edifícios, praças e ruas de enorme interesse. A Piazza Republica é o centro da atividade da moderna cidade de Roma e onde começam as principais avenidas da cidade. Estamos na zona mais moderna do centro histórico de Roma, onde poderá desfrutar de belos edifícios da Via Nazionale, Via del Tritone e Piazza Barberini. Muito próxima dali encontra-se uma das praças mais belas e animadas de Roma: Piazza de Spagna. Não terá alternativa que não seja tirar uma foto na sua interminável escadaria, um dos símbolos da cidade. A Piazza del Popolo está sempre repleta de gente, numa grande esplanada no centro da cidade que, com a Via del Corso, formam a zona mais comercial. A poucos metros da Via del Corso está a Fontana di Trevi, um dos mais belos monumentos da cidade, para o qual é tradição lançar uma moeda de costas. Verá centenas de turistas a fazê-lo quase a qualquer hora do dia.

Na Piazza Navona encontrará uma das zonas mais típicas onde os romanos vão tomar algo (principalmente um café expresso, claro!). A uma curta distância deste local, fica um dos edifícios mais antigos de Roma, em perfeito estado de conservação. O Panteão de Agripa observa a cidade desde que foi erguido, no séc. I, como templo em pleno período imperial. Durante séculos, teve a maior cúpula construída pelo homem, que chama a atenção pela sua espetacularidade e pelo orifício em forma de claraboia que tem na sua parte mais alta. Visite a zona de Campo de Fiori, onde se encontram alguns dos melhores restaurantes de cozinha tradicional da cidade. Junto ao Fórum de Trajano e ao Fórum de Augusto está a Piazza Venezia e o Monumento Vittorio Emmanuele II. A espetacularidade deste edifício é avassaladora, graças ao seu tamanho.

No sopé do monte Palatino encontra-se uma das zonas mais espetaculares da cidade: as ruínas do Fórum Romano. Contemplar as ruínas dos imponentes edifícios do final da República será um passeio cansativo, mas amplamente gratificante. Junto ao Fórum encontra-se o Coliseu Romano, como majestoso símbolo da cidade. Também poderá contemplar a espetacularidade do Arco de Constantino e do Arco de Tito, nas imediações do Coliseu. Também deve subir ao Monte Palatino, onde os primeiros imperadores fixaram residência e onde se destaca a Domus Aurea. As melhores vistas do Fórum e do Coliseu conseguem-se do Palatino. Do outro lado do Palatino encontra-se o traçado do Circo Máximo, hoje totalmente em ruínas. Muito perto do Circo encontram-se as Termas de Caracalla, construídas nos tempos deste imperador, para satisfazer os prazeres do povo num recinto termal de incríveis proporções. O luxo que chegaram a ter só é compreensível se fizermos um esforço de imaginação em que, em pleno séc. III, estava tudo coberto de mármore, com uns sistemas de aquecimento e abastecimento de água a diferentes temperaturas mais próprios do nosso século do que da Roma Imperial.

Na Cidade do Vaticano, poderá contemplar a majestosa Praça de São Pedro e a Basílica de São Pedro do Vaticano. Um conselho para visitar este recinto é fazê-lo bem cedo, porque depois os milhares de turistas colocar-se-ão em frente das portas. Tem de ter atenção ao que irá vestir para entrar, já que estará em cima da sepultura de São Pedro, que se pode visitar. Se tiver oportunidade, suba à cúpula e veja Roma lá do alto. Junto à Praça de São Pedro, encontram-se os Museus Vaticanos, de imperdível visita. A partir de aí, poderá aceder a uma das obras-primas do Renascimento, a famosa Capela Sistina, de Miguel Ângelo. Na outra extremidade deste microestado, situa-se o Castelo de Santo Ângelo, repleto de história.

Como deslocar-se em Roma?

A forma habitual de chegar a Roma é através de um dos seus aeroportos internacionais. O aeroporto de Roma-Fiumicino é o que tem mais tráfego, apesar de ser o mais afastado da cidade. No entanto, isso é compensado pela sua boa comunicação, através da linha ferroviária que se encontra no terminal do aeroporto. Há duas opções: o comboio Leonardo Express ou o convencional. Percorrem a mesma rota até à estação de Termini em Roma mas, por não efetuar paragens intermédias, o comboio Leonardo Express é substancialmente mais rápido e caro. Muitas companhias low-cost também voam para o Aeroporto de Ciampino. Para ir do Aeroporto de Ciampino para Roma, a melhor opção é o autocarro. Há diferentes empresas a efetuar o trajeto, por diferentes preços. Quase todas chegam a Termini, pelo que o que o poderá levar a optar por uma em vez de outra poderá ser o horário de saída. Se viajar em grupos de três ou quatro pessoas, é muito provável que o táxi seja uma opção muito recomendável, uma vez que a tarifa fixa dos aeroportos para a cidade terá um preço similar à soma dos bilhetes individuais e deixar-vos-á à porta dos vossos hotéis em Roma.

A parte mais antiga da cidade pode ser percorrida a pé, apesar de às vezes a deslocação de uns pontos da cidade para outros poder ser cansativa. Tal como para a deslocação para os hotéis, a certas horas e para grupos de três ou quatro pessoas, um táxi pode poupar-vos uma longa caminhada e forças de que podem precisar para visitar outras zonas da cidade. A outra forma de se deslocar na cidade é através de autocarro, que chega a todos os sítios, mesmo os mais afastados. O metro, o elétrico e o comboio apenas são úteis para grandes deslocações.

Procuras um hotel em Roma? Rumbo oferece-te as melhores ofertas de alojamento, ajudando-te a encontrar os estabelecimentos mais Centrais, os melhor comunicados ou os locais com mais charme; sempre a usufruir das tarifas mais económicas. Prepara com Rumbo a tua viagem de negócios, a tua escapadela de fim de semana a tua próxima ponte ou as tuas férias de verão em Rumbo Se procuras o melhor preço, compara. Vais ver a diferença.