agora é Rumbo

Menu
Meu RumboNecessita ajuda?
Para reservar00351 21 005 3103Número fixo nacional, o custo depende da operadora Política de privacidade
Hotéis em Nova Iorque
Todos os dias, uma nova oferta

Tarifas secretas em hotéis de 4 e 5 estrelas de todo o mundo

Viajar nunca foi tão fácil

Com descontos de até 40%: mais simples, impossível

Mais de 15 anos de experiência

Reserve com os olhos fechados um dos nossos Hotéis Top Secret®

Hotéis baratos em Nova Iorque

A cidade de Nova Iorque, com mais de 20 milhões de habitantes na sua área metropolitana, é a maior concentração urbana dos Estados Unidos, e a segunda do continente (depois da cidade do México). A “Big Apple” acolhe milhões de pessoas de todas as raças, culturas e origens, que convivem na foz do rio Hudson: esta cidade parece ser a capital do mundo. Diz-se que Nova Iorque é “a cidade que nunca dorme” e que há sempre o que fazer. Apesar do seu clima ser muito variável, Nova Iorque soube adaptar-se muito bem. Poderá desfrutar da cidade faça sol, chuva ou neve.

Antes de viajar para Nova Iorque tem de ter conhecimento de uma série de aspetos.

  • Apesar de, para estadias inferiores a 90 dias, não precisar de visto, deverá ter o passaporte válido e enviar e pagar a taxa do formulário do Sistema Eletrónico para Autorização de Viagem (ESTA). As tomadas nos E.U.A. são diferentes da Europa, pelo que terá de levar um adaptador e confirmar se os seus aparelhos eletrónicos são compatíveis com a tensão elétrica americana. 
  • Em Nova Iorque são menos seis horas, pelo que pode sofrer de jet lag.
  • A grande maioria dos estabelecimentos de Nova Iorque não tem incluídos os impostos, algo que confirmará quando chegar a fatura em que terão somado o valor respetivo (é inferior a 10%).
  •  Muitos tipos de funcionários, como empregados de mesa, taxistas ou bagageiros, têm de receber gorjeta: esta deve ser entre 10 e 20% do valor sem impostos, em função da qualidade do serviço prestado.

 

 

Como deslocar-se em Nova Iorque?

O mais provável é que chegue a Nova Iorque através de um dos seus três principais aeroportos. 

  • A partir do aeroporto JFK, a forma mais barata de chegar à cidade é através do autocarro que liga o aeroporto à estação de metro de Howard Beach em pouco mais de uma hora. Se utilizar o Air Train, poderá aumentar as opções de destinos, apesar de ser um pouco mais caro. 
  • A partir do aeroporto de Newark, a única opção é o Air Train. 
  • Se tiver a sorte de chegar ao aeroporto de La Guardia, em meia hora estará em Manhattan, graças à rede de autocarros M60. Devido à dificuldade das ligações, aos longos trajetos e à possibilidade de se perder numa gigantesca cidade, muitos turistas escolhem o táxi para chegar aos seus hotéis em Nova Iorque.

 

Chegado a Nova Iorque, não terá alternativa a não ser os transportes públicos. São poucos os nova-iorquinos que usam o seu próprio carro pela cidade, sobretudo em Manhattan. A maioria dos carros são táxis, veículos de distribuição ou carros conduzidos por motoristas, pelo que a melhor opção é utilizar a fantástica rede de metro, que funciona durante 24 horas e que o levará a qualquer ponto de Nova Iorque. Esta rede com bom desempenho é complementada pelo autocarro, que só é uma grande alternativa se quiser ver a cidade durante o percurso e não o quiser fazer debaixo de terra.

Muitos nova-iorquinos deslocam-se de táxi e, muitas vezes, esta será a melhor forma de chegar ao seu destino. A melhor formar de poupar nos transportes públicos é adquirindo o cartão MetroCard nas estações de metro. É um cartão recarregável que se pode usar na opção Pay-Per-Ride, em que será descontado o saldo à medida que vai utilizando os transportes, ou com a opção Unlimited, que lhe permitirá viajar pela rede pública durante 7 dias de forma ilimitada.

Procuras um hotel em Paris? Rumbo oferece-te as melhores ofertas de alojamento, ajudando-te a encontrar os estabelecimentos mais Centrais, os melhor comunicados ou os locais com mais charme; sempre a usufruir das tarifas mais económicas. Prepara com Rumbo a tua viagem de negócios, a tua escapadela de fim de semana a tua próxima ponte ou as tuas férias de verão em Rumbo Se procuras o melhor preço, compara. Vais ver a diferença.

Que fazer em Nova Iorque?

  • Manhattan: O centro da ilha, Midtown, é a Nova Iorque mais conhecida, com edifícios como a estação de comboios Grand Central, o Empire State Building, o Chrysler Building, o Rockefeller Center, o Madison Square Garden, o MoMa de Nova Iorque ou o Carnegie Hall. Passe pelo coração do teatro musical numa das avenidas mais populares de Nova Iorque, a famosíssima Broadway, que atravessa a grande praça de Times Square.Esta praça é um dos locais mais frequentados da cidade e um dos mais emblemáticos, onde todos os anos cai uma grande bola, dando início ao novo ano. Nesta zona também se encontra o principal templo católico da cidade, a Catedral de São Patrício.

  • Não muito longe (à escala de Nova Iorque, claro!), encontra-se o maior pulmão verde da cidade, onde os nova-iorquinos passeiam ou fazem desporto ao ar livre. Trata-se do Central Park, um dos ícones da cidade e cuja visita é imperdível. Estamos na zona mais exclusiva, onde se situam as melhores lojas da mítica Quinta Avenida de Nova Iorque. Esta avenida divide o Upper West Side e o Upper East Side, localizando-se à altura do Central Park. A norte da ilha de Manhattan situa-se o bairro de Harlem, onde as igrejas batistas se enchem todos os domingos para a oração ao ritmo do Gospel. Bem junto a Harlem, situa-se a Catedral de São João, o Divino, um templo neogótico protestante de incrível beleza.

  • No sul de Manhattan, situa-se a parte mais antiga da cidade e o maior centro financeiro do mundo. Os grandes edifícios de escritórios e enormes arranha-céus abrem caminho à famosa Wall Street, onde se pode visitar o edifício da Bolsa de Nova Iorque. O Edifício do Federal Hall é outro dos símbolos da cidade e dos expoentes máximos do neoclassicismo. Não pode deixar de visitar a zona do World Trade Center, que sofreu grandes alterações nos últimos anos para recuperar do impacto do atentado às Torres Gémeas. Desta parte da cidade, junto a Battery Park, pode-se avistar a ilha de Ellis e Liberty Island, onde se encontra o símbolo mais conhecido de Nova Iorque: a Estátua da Liberdade. Ambas as ilhas podem ser visitadas de ferry, bem como o Museu da Imigração (localizado numa delas). Para subir à Estátua da Liberdade, terá de reservar com muita antecedência. Também no sul de Manhattan, e com grande interesse turístico, poderá visitar os bairros de Chinatown e Little Italy. A ponte de Brooklyn, sobre o East River, é um dos monumentos mais conhecidos de Nova Iorque. 
  • Esta ponte une Manhattan ao famoso bairro de Brooklyn. Se tiver tempo, vá a este grande bairro e visite a sua famosa praia e o parque de diversões de Coney Island.